ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

COSÌ FAN TUTTE, K.588

Última modificação : Quinta, 26 Janeiro 2017 13:46



WOLFGANG AMADEUS MOZART (1756 – 1791)

AUSTRÍACO – ERA CLÁSSICA - 655 OBRAS

 

 

ELAS SÃO TODAS IGUAIS

 

. Dramma giocoso em dois atos

. Ano da composição: 1789

. Estreia mundial: 26 de janeiro de 1790, Hofburgtheater, Viena, Áustria

. Libreto: Lorenzo da Ponte.

 

Cosí fan tutte, ossia La scuola amanti, só foi vista como uma obra-prima no século XX. Apesar das árias e duetos sublimes e de dois notáveis ensembles de 19 minutos, o enredo foi por muito tempo considerado decadente. Pareciam aceitáveis os homens libertinos em Don Giovanni, mas não as mulheres volúveis em Così fan tutte. Hoje, a ópera ganhou vida própria, apreciada com justiça pela vividez da trama e a beleza da partitura. Mas ela é mais que um simples divertimento. A música de Mozart confere ao enredo uma dimensão de pungente realismo, ao explorar tanto o medo universal da traição quanto a excitação do amor inesperado.

 

A música de Mozart é mágica, como sempre, mas o cinismo subjacente em Così fan tutte sempre deixou o público desconfortável. Por um lado, temos uma divertida variação de uma história conhecida: desta vez são as mulheres, e não os homens, que sentem a tentação da infidelidade; por outro a ópera mostra o amor romântico como algo desgastado. Apesar dos lances de comédia pastelão e humor, o clima de Così fan tutte é melancólico: para variar, uma opera buffa que não acaba em risos.

 

Così fan tutte apresenta elementos da vida do próprio Mozart: Konstanze, sua mulher, era irmã de uma mulher que ele amara, e se afastava frequentemente por problemas de saúde, deixando-o entregue à própria sorte.

 

 

Papeis principais:

Nápoles, Itália

 

. Don Alfonso, baixo - Filósofo provinciano

. Fiordiligi, soprano - Uma dama de Ferrara

. Dorabella, mezzo-soprano - Irmã de Fiordiligi

. Ferrando, tenor - Noivo de Dorabella

. Guglielmo, barítono - Noivo de Fiordiligi

. Despina, soprano - Criada martreira.

 

 

Vídeo


 

 

 

Fonte:

Guia Ilustrado da Ópera Zahar