ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

16 Abril
Os mais famosos compositores da linha do tempo

Grupo Camerata Erudita faz apresentações gratuitas

Última modificação : Terça, 18 Setembro 2012 13:45


Dias 21 e 22 de setembro de 2012, o grupo paulistano Camerata Erudita faz concerto gratuito de obras de compositores nacionais e internacionais na Oficina Cultural Oswald de Andrade e no Parque da Aclimação, respectivamente, com regência do maestro Miguel Forte. Dia 29 de setembro, o grupo volta a se apresentar na cidade, às 11 horas, na Biblioteca Pública Chácara do Castelo, na Vila Mariana, zona sul de São Paulo. O grupo tem como prática convidar solistas para suas apresentações. No próximo concerto da Oficina Cultural Oswald de Andrade haverá a participação de Hanry Dawson, Cleiton Moraes e Sergio Schreiber.

 

 

O repertório atual da Camerata Erudita é composto pelas obras Concerto para dois violinos BWV 1043, de Bach (solistas Hanry Dawson e Cleiton Moraes), Concerto para violoncelo em dó menor, de Vivaldi (solista Sérgio Schreiber), Sinfonia nº 2 para orquestra de cordas, de Mendelssohn, Bachianas Brasileiras 4 (prelúdio), de Villa-Lobos, Divertimento para cordas em ré maior, de Mozart e Intermezzo Sinfonico da Cavalleria Rusticana, de Mascagni.




Camerata Erudita Foto Marcia Marques 0981


Camerata Erudita - Crédito da foto: Márcia Marques 

 


Camerata Erudita

 

A Camerata Erudita é uma orquestra de câmara criada e idealizada pelo maestro Miguel Forte. Seu objetivo consiste na execução e divulgação da chamada “música de câmara”, originalmente escrita para pequenos espaços. Seu maestro e seus integrantes viram nesse trabalho a oportunidade de escolher seu repertório e disseminar o conhecimento adquirido em diferentes trabalhos profissionais na área musical. Composta por quinze integrantes, a grande maioria jovens participantes de companhias de óperas, grupos de câmara e orquestras sinfônicas de São Paulo, a Camerata Erudita vem se destacando pelo critério na escolha de seu repertório e também pela busca da excelência na execução dos mesmos, valendo-se sempre de grandes nomes da música nacional para transmitirem seus conhecimentos, buscando assim formar sua própria identidade.

 

 

Maestro Miguel Forte

 

Iniciou seus estudos de regência aos quatorze anos de idade com o professor Walter Novaes. Em 1989 ingressou no Departamento de Música do Seminário Teológico e Musical de São Paulo sob a orientação do Maestro Jorge Sarmientos filho. Em agosto do mesmo ano participou de Masterclass com o Maestro Jorge Sarmientos, Compositor e Diretor Musical e Artístico da Orquestra Sinfônica Nacional da Guatemala. Participou do 2º Seminário Música e Adoração com o Maestro João Wilson Faustini, reconhecido como um dos maiores nomes da música sacra no Brasil. Em 1995 participou do curso de regência coral ministrado pela maestrina Mara Campos na Travessia Oficina de Música. No ano de 2000 iniciou seus estudos de violoncelo sob a orientação da violoncelista Ivana Dudnik e em 2001 passou a obter aulas regulares com a violoncelista Heloisa Meirelles. Desde 2003 está sob a orientação do violoncelista Ricardo Fukuda. Atuou como violoncelista da Cia. Paulista de Música e em 2005 ingressou como violoncelista do Núcleo Universitário de Ópera, dirigido pelo Maestro Paulo Maron, onde atua como chefe de naipe. Esteve ainda sob a orientação do Maestro Paulo Maron em estudos de regência orquestral e em 2009 participou do curso de extensão em regência orquestral na Faculdade Cantareira, ministrado pelo Maestro Sérgio Schnee.

 

 

Repertórios

 

Para o concerto da Oswald dia 21/09:

Concerto para dois violinos BWV 1043 de Bach (solistas Hanry Dawson e Cleiton Moraes)

Concerto para violoncelo em dó menor de Vivaldi (solista Sérgio Schreiber)

Sinfonia nº 2 para orquestra de cordas de Mendelssohn

 

 

Para o concerto do Parque da Aclimação dia 22/09:

Bachianas Brasileiras nº 4 (prelúdio) - Villa-Lobos

Divertimento para cordas em ré maior - Mozart

Sinfonia para cordas nº 2 em ré maior - Mendelssohn
Intermezzo Sinfonico da Cavalleria Rusticana - Mascagni

 

 

Para o concerto da Biblioteca Chácara do Castelo dia 29/09:

Divertimento para cordas em ré maior - Mozart

Sinfonia para cordas nº 2 em ré maior - Mendelssohn
Intermezzo Sinfonico da Cavalleria Rusticana - Mascagni

 

 

Ficha Técnica

 

Regente

Miguel Forte

 

Violinos I

Leonardo Daniel Marques de Oliveira (spalla)

Anderson S. Teixeira

Cleiton Carlos França de Moraes

Tiago Figueiredo Dias

 

Violinos II

Leon Souza de Oliveira

Cristiane Cizino Silva

Michelle Gomes Mendes

 

Violas

Almir Nunes de Souza Junior

Cesar Augusto Alves Martini

Whashington Rocha

 

Violoncelos

Valdir Vale Maia

Adriano de Paula Macedo

Aline Rodrigues Góis

 

Contrabaixo

Ricardo Karelisky

 

 

Serviço

 

Dia 21 de setembro de 2012, às 20h30, entrada franca

Local Oficina Cultural Oswald de Andrade

Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo/SP

Fone 11 3222 2662 Lotação 90 lugares

Duração 50 minutos Recomendação livre

Entrada franca – retirar os ingressos com meia hora de antecedência

 

 

Dia 22 de setembro de 2012, às 11h, aberto ao público

Parque da Aclimação - Quiosque

Rua Muniz de Sousa, 1119 - Aclimação - 01534-001 - São Paulo/SP
Fone 11 3208-4042

Duração 40 minutos Recomendação livre

 

 

Dia 29 de setembro, às 11 horas, entrada franca

Local Biblioteca Chácara do Castelo

Rua Brás Lourenço, 333 - Jardim da Glória - 04113-010 - São Paulo/ SP

Fone 011 5573-4929

Duração 40 minutos Recomendação livre

Entrada franca – retirar os ingressos com meia hora de antecedência

 

 

Curriculos - Solistas

 

Hanry Dawson

Nascido em maio de 1984, iniciou o estudo do violino aos 10 anos de idade na igreja em que frequenta. Aos 16, decidiu seguir a carreira de violinista e ingressou na Escola Municipal de Música de São Paulo, onde estudou até 2007 sob orientação da violinista Cecília Guida.  Em 2008, ingressou na Faculdade Santa Marcelina como bolsista e passou a estudar com o violinista Pablo de Léon. Formou-se Bacharel em Violino Erudito pela Faculdade Santa Marcelina em 2011.  Atualmente, dá continuidade aos estudos do instrumento sob a orientação de Andrea Campos. Participou de diversos festivais como bolsista, entre eles o Festival de música nas montanhas em Poços de Caldas (2012), o Festival internacional de inverno de Campos de Jordão (2009), Festival de música de Londrina (2001/2003) e Festival de música de Brasília (2001/2003). Fez parte de Master Classes com Maxim Vengerov, Cármelo de los Santos, Igor Petrushevsky, Alejandro Drago, Donat Nussbaumer e Erik Schumann. O paulistano já participou como músico convidado das orquestras Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, Sinfônica de Santo André, Filarmônica Vera Cruz e Sinfônica da Universidade de São Paulo (USUSP) e tocou, como primeiro violino, na Orquestra Experimental de Repertório durante sete anos. Atualmente é concertino da Orquestra Filarmônica de São Carlos e primeiro violino do Quarteto de Cordas Britten.

 

Cleiton Moraes

Iniciou seus estudos em 1999 com o prof. Luís Antonio Candido. Em 2001, ingressou no Método Jaffé de Ensino Coletivo de Cordas, tendo concluído em 2003. Entre outubro de 2002 e final de 2004 participou da Orquestra Acordes Pão de Açúcar e do Quinteto Acordes Pão de Açúcar, realizando concertos no Teatro Municipal de São Paulo, Sala São Paulo, Teatro Cultura Artística, entre outros. Em 2003 ingressou na Escola Municipal de Música de São Paulo, onde estuda até hoje sob a orientação do prof. Ricardo Tatakahashi. Em março de 2005 participou do projeto de Música de Câmara da Escola Municipal de Música, sendo também integrante do quarteto formado pelos professores. Participou de diversos festivais como bolsista, entre eles o Festival de música nas montanhas em Poços de Caldas , Festival de Música de Jaraguá do Sul, tendo aulas com Clara Takarabe (EUA), Jorge Luiz Garcia, Norberto Garcia (Argentina) e Charle Stegemann (EUA). Festival de Música de Bragança Paulista, tendo aulas com os profs. Laércio Diniz, Cláudio Micheletti e Ana de Oliveira. Além de suas atividades regulares na Escola Municipal de Música, cursa ainda bacharelado em violino, na Faculdade Mozarteum de São Paulo. Recebeu orientação dos seguintes professores: Luiz Antonio Candido, Nadilson Gama, Renata Jaffé, Pablo de Leon, Nelson Rios, Bruce Mack (EUA) e Andréa Campos. Atuou na Orquestra Sinfônica Jovem da Escola Municipal de Música, Companhia Paulista de Música, Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos, Camerata Callis, Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo e Filarmônica Vera Cruz. Atualmente é violinista da Orquestra Filarmônica de São Carlos, e da Camerata Erudita.

 

Sergio Schreiber

É bacharel em violoncelo pela faculdade Mozarteum de São Paulo. Foi aluno de Watson Clis e Antonio Del Claro, fez cursos de aperfeiçoamento com Bernhard Greenhouse e em musica de câmara com Chaim Taub. Participou da Master Classes ministrada pelo cellista Yo Yo Ma. Foi membro, entre 1989 e 1994, da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP). Desde 1995 é concertino do Naipe de Violoncelos da Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo (OSUSP). Em setembro de 2002 representou, como camerista, a OSUSP em apresentações na Suiça. Atualmente é Spalla da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, membro da Camerata Brasiliana e membro da Bachiana Filarmônica. Desde 2004 é professor do Festival Eleazar de Carvalho em Fortaleza – CE.