ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

CONCERTO PARA PIANO E ORQUESTRA Nº27 EM SI BEMOL MAIOR, K.595

Última modificação : Quarta, 01 Abril 2015 17:23



WOLFGANG AMADEUS MOZART (1756 – 1791)

AUSTRÍACO – ERA CLÁSSICA - 655 OBRAS


CONCERTO PARA PIANO E ORQUESTRA Nº27 EM SI BEMOL MAIOR, K.595 


Mozart começou a escrever este concerto em 1788, mas finalizou-o somente em 05 de janeiro de 1791 (ano de sua morte). Acredita-se que sua estréia foi em 04 de março de 1791 no Jahn´s Hall, em Viena, tendo Mozart ao piano e Joseph Bähr à clarineta. Esta foi a última aparição em público do compositor. O primeiro movimento é o palco privilegiado para a exploração de todos os recursos musicais do compositor: melodia, harmonia e textura. O segundo movimento transpira um sentimento espiritual, quase religioso, que impregna toda a derradeira fase do compositor. O andamento final é envolto num ambiente pueril, pleno de leveza e de espontaneidade, baseado numa forma rondó. O refrão característico é apresentado pelo solista e, pouco depois, retomado pela teia orquestral. Mozart faz uma espécie de recapitulação condensada de idéias musicais. A cadência livre, protagonizada pelo solista, serve de introdução à derradeira apresentação do tema refrão, oferecida pelo piano sobre o acompanhamento das cordas. Uma parte em tutti precede a coda final, trabalhada com base na reiteração das mesmas células rítmicas que conferem ao andamento a sua contagiante vivacidade. 


Allegro (14.31)

Larghetto (8.38)

Allegro (8.56)



Vídeo